Músicas

100 anos de Dorival Caymmi


 


Projetos musicais, lançamento de livro  e shows marcarão o centenário de Dorival Caymmi, em 2014.
O marco zero desta celebração é o livro “O que é que a baiana tem? – Caymmi na Era do Rádio”, escrito por Stella Caymmi, neta do músico.  Na obra, a escritora narra, sob a ótica de Dorival, a chegada do artista ao Rio de Janeiro, em 1938, e a posterior fama alcançada em nível nacional.
Esta não é a primeira obra de Stella sobre o avô. Em 2001, ela lançou “O mar e o tempo”, biografia de Dorival , e em 2008 escreveu “Caymmi e a Bossa Nova”.
Todas  homenagens à Caymmi serão de responsabilidade da família. A cantora Margareth Menezes fará homenagem ao cantor durante o carnaval de Salvador. O repertório de Caymmi será executado na folia do Cordão Cultural Afropop, no circuito Barra Ondina.
Já na teledramaturgia, a TV Record, está firmando parceria com  a produtora Contém Conteúdo para a produção de uma minissérie em homenagem aos 100 anos de Caymmi.
Desde dezembro vai ao ar no canal por assinatura Curta!, o documentário “Um certo Dorival Caymmi”, com musicais e ficção. O filme dirigido por Aluísio Didier, resgata a atuação do músico no filme “Estrela da Manhã”, de 1948.

Dorival Caymmi
Nascido em Salvador,em 30 de abril de 1914, era filho do funcionário público Durval Henrique Caymmi e de Aurelina Cândida Caymmi, conhecida por Dona Sinhá.
Entre seus grandes sucessos estão: O que é que a baiana tem?; Peguei um ita no Norte, Você já foi à Bahia?; Só Louco; É doce morrer no mar; Maracangallha entre outros.  Em 2014, essas canções serão relembradas de várias formas.
Dorival Caymmi morreu em 16 de agosto de 2008.